Procedimentos

HIPERIDROSE

HIPERIDROSE - Dra. Flávia Chehin - Dermatologia Clínica, Cirúrgica e Estética

A hiperidrose é a produção excessiva de suor pelas glândulas sudoríparas. As áreas mais atingidas são as axilas, palmas das mãos e plantas dos pés. Entre as principais causas estão os estímulos emocionais, algumas doenças metabólicas, lesões neurológicas e a forma idiopática, mais comum, em que ocorre um estímulo pelo sistema nervoso central ininterrupto à produção de suor em determinado local.

A toxina botulínica surge como uma excelente opção terapêutica, sendo a aplicação em consultório praticamente indolor, interrompendo a secreção sudoral na área tratada por período que varia de seis a nove meses. Casos graves podem ser tratados cirurgicamente, com a remoção das glândulas sudoríparas ou através da simpatectomia, quando se cortam os nervos responsáveis pelo estímulo à sudorese.